Vivemos à margem, nas margens...

Vivemos à margem, nas margens...

Este é o pedaço de território onde queremos partilhar as nossas aventuras ao longo do comprido rio que temos vindo a seguir. Dois olhares diferentes, duas vistas distintas, mas sempre guiadas pelo mesmo farol...

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Chamem-me o que quiserem...

Mas é este tipo de actuação que me faz arrepiar...


Simples e bombástica. Por isso é que gosto tanto de Teatro Musical: ainda é o género musical que mantém a qualidade técnica e emocional mais ou menos intacta.

E depois vejo este tipo de actuação ao vivo...


... e apetece-me cortar os pulsos com os instrumentos sado-masoquistas do armário da Miley Cyrus...

E quem disse que qualidade não pode ser criativa, moderna e divertida:

segunda-feira, 23 de setembro de 2013